UXDE dot Net Wordpress Themes

Pela boca morre o peixe

Por em

O Sporting Clube de Portugal está em crise. Aqui não há grande novidade. O clube está habituado a crises. Com três campeonatos nacionais conquistados nos últimos 35 anos, as crises são habituais. Não deixa de ser de louvar, ver mais de 40 mil pessoas a apoiar a equipa, nos jogos em casa.

Este ano, fomos (sim, sofro pelo Sporting), afastados da Liga dos Campeões em novembro, da Liga Europa em dezembro, da Taça da Liga e da de Portugal em janeiro. Restam-nos 17 jogos de campeonato e estamos a oito pontos do líder. O que falhou? Contratações demasiado caras para o rendimento que os jogadores apresentaram? Talvez mas disso, percebo pouco.

Um dos pontos que falhou foi a comunicação. O Sporting optou por um caminho de fanfarronice e ataque cerrado em várias frentes. Com um dos melhores treinadores portugueses da atualidade, uma boa época de 2015/2016 e uns milhões gastos em jogadores, supostamente de primeira linha, era legítimo haver ambição. Mas essa ambição foi suplantada pela fanfarronice. Se a fanfarronice é má na hora da vitória, pior é nas derrotas, dando azo a que o fanfarrão seja ridicularizado. Pior ainda são as guerras. O Sporting dispara em todas as frentes e em geral, perde as guerras em que entra.

Como consultor, a minha tática seria a de contenção. Defender bem, controlar o meio campo e depois sim, atacar em força. Quando se tiver balas para isso.

@Francisco Chaveiro Reis, Corporate Division Manager

Related Posts

About the Author

avatar

A Guess What é atualmente uma das mais inovadoras e criativas agências de comunicação e ativação mediática presente no mercado português. Disponibilizamos soluções holísticas de Relações Públicas, Assessoria de Imprensa, Gestão da Reputação, Eventos, Digital Engagement e Buzz Marketing.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>