UXDE dot Net Wordpress Themes

Espelho meu, espelho meu, que tipo de utilizador do Facebook sou eu?

Por em

Quer se goste ou se abomine, a verdade é que o Facebook está omnipresente na vida de todos, mesmo até daqueles que não têm um perfil e que, atualmente, vivem numa espécie de universo paralelo. Já os 1,1 mil milhões de utilizadores ativos por mês que povoam a popular rede social, dividem-se em diferentes castas, conforme o comportamento que assumem.

O site Optify.net criou uma infografia, que pode ser vista aqui que descreve as 9 categorias de utilizadores do Facebook, que passamos a descrever:

1) O “perseguidor”: utiliza o Facebook para perseguir ex-namorados e utiliza os perfis de outras pessoas para perseguir os amigos dos “ex”.

2) O “baby boomer: tem mais de 55 anos e adora comentar os posts dos filhos.

3) O “novato”: a sua atividade favorita é comentar e “gostar” de tudo e mais alguma coisa.

4) O “partilha demais”: nesta categoria encaixam-se aqueles que partilham todo o seu dia-a-dia. Posts como “está na hora de ir dormir”, sobre dores nos dedos do pé ou fotos da última refeição ingerida são bons exemplos das temáticas preferidas dos “partilhadores implacáveis”.

5) O “promotor da marca”: para estas pessoas o Facebook serve para trabalhar e promover a sua marca. Partilham apenas novidades relativas à empresa onde trabalham.

6) O “utilizador medroso”: 13 milhões de utilizadores do Facebook não usam as ferramentas de privacidade ou nunca ouviram falar delas. O “utilizador medroso” nunca aceitaria um pedido de amizade destas pessoas. Tem tanto medo de invasões de privacidade que até usa um apelido falso.

7) O “tutor”: “viral” é o nome do meio destes utilizadores do Facebook. O seu sonho é ultrapassar o record de “gostos” – 2. 047. 058 – que atualmente pertence à “Farmers Insurance” (EUA). Partilhar imagens fofinhas de gatos é uma das suas atividades prediletas.

8) O “jogador”: só interage com os outros utilizadores do Facebook através dos jogos. Atualmente um em cada quatro utilizadores desta rede social paga para jogar. O Farmville e o Candy Crush são os seus passatempos de eleição.

9) O “não-utilizador”: 10 por cento dos utilizadores que se registam por mês no Facebook são animais de estimação, marcas ou objetos, mas só 18 por cento dos perfis que existem atualmente pertencem a “não-utilizadores”.

Nós por cá podemos acrescentar uma 10ª categoria, muito em voga ultimamente: “o caçador de prémios”, que são as pessoas que criam perfis falsos para terem um grande número de “gostos” em passatempos e ganhar prémios. Uma estratégia que as marcas começam a descortinar e que pode ser contraproducente. Tanto no Facebook, como na vida, “o crime não compensa”.

About the Author

avatar

A Guess What é atualmente uma das mais inovadoras e criativas agências de comunicação e ativação mediática presente no mercado português. Disponibilizamos soluções holísticas de Relações Públicas, Assessoria de Imprensa, Gestão da Reputação, Eventos, Digital Engagement e Buzz Marketing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *